Dicas Básica - Melhore o enquadramento de suas fotos.

Não é a posição do fotógrafo que determina a foto, mas a foto que guia a posição do fotógrafo


Em muitas fotos, em vez de mostrar uma imagem coerente, o ângulo de visão parece aleatório. Como se o ângulo de disparo fosse um simples efeito colateral da posição em que o fotógrafo estava no momento de fotografar.

Porém deveria ser exatamente o oposto: primeiro temos que decidir qual foto queremos e depois posicionar-se de acordo com essa ideia. Por isso, gostaria de passar essa dica: a escolha da posição de visualização é importante! Pelo menos tão importante quanto a escolha do assunto.

Muitos fotógrafos iniciantes pensam que o ato de fotografar é essencialmente resolvido escolhendo o assunto. E então eles ficam desapontados porque "não deu certo" ou "não dá certo". A realidade é que o fotógrafo deve primeiro fazer um trabalho de abstração. Duas coisas tornam uma fotografia substancialmente diferente da "realidade" que vemos quando olhamos em volta:

  1. Nosso cérebro reúne milhares de imagens para elaborar uma representação tridimensional e mergulha na realidade que nos cerca. Pelo contrário, uma fotografia captura uma parcela muito pequena da aparência do mundo ao nosso redor. O cérebro do espectador tem apenas essa parte mínima disponível para processar suas impressões. Isso significa que o pedaço de realidade que fotografamos deve ser autossuficiente para transmitir a sensação que queremos despertar com a nossa fotografia, sem ter o contexto real de quando a fotografamos.

  2. Nosso cérebro usa todo o nosso conhecimento anterior para "interpretar" a realidade ao nosso redor. Por exemplo, vamos imaginar nos olhando para um arranha-céu que se destaca à nossa frente. Apesar da fuga da perspectiva, percebamos a convergência das linhas verticais do edifício, o nosso cérebro as interpretará como "retas", porque é instruído a interpretar a perspectiva. No caso da fotografia bidimensional, isso não acontece. É por isso que algumas fugas ou inclinações da linha do horizonte são tão irritantes nas fotos. Porque o cérebro do espectador percebe a distorção da perspectiva sem ter os elementos para interpretá-la.

Voltando ao nosso erro comum, muitos fotógrafos no começo tendem a fotografar em altura humana, trazem a câmera para os olhos e ... clicam. Errado!

Existem apenas dois resultados possíveis para uma foto tirada desta maneira:

  1. Uma foto banal e 'insipida'

  2. Uma foto incorreta e "irritante"

Obviamente estou exagerando. Uma foto tirada na altura do homem nem sempre é "errada", mas esse ângulo deve depender de uma escolha muito certa. Em vez disso, de modo muito banal, o fotógrafo poderia pensar na possibilidade de "se mover" e obter outras fotos do mesmo assunto: de cima, de baixo, mudando a inclinação da linha do horizonte, de mais perto ou mais longe.

Se você tem uma lente de zoom, recomendo que você faça este experimento. Escolha um objeto distante o suficiente, use a distância focal máxima disponível e fotografe-o para que ocupe cerca de um terço da foto. Depois defina a distância focal mínima e aproxime-se do objeto até que ele ocupe aproximadamente a mesma parte do quadro da foto anterior, e clique.

Agora compare as duas fotos. Você vê como elas são diferentes? No entanto, o objeto é o mesmo e ocupa até o mesmo espaço na foto.

Esse pequeno experimento deve ter lhe dado uma ideia do poder que existe na escolha do ângulo de visão.

Você pode fazer muitos outros testes do mesmo tipo, mas com o objetivo de desenvolver a capacidade de poder ver a composição da nossa fotografia antes de tirá-la.

Pense na foto que deseja tirar, sem câmera na mão, tente imaginar qual deve ser a composição ideal e, em seguida, certifique-se de obtê-la movendo-se para o ângulo mais próximo do que você tinha em sua cabeça.


- A publicação dessas dicas é dedicada àqueles que estão começando com a fotografia, àqueles que desejam desenvolver sua paixão e sua própria maneira de ver o mundo. Obviamente, todas as regras da fotografia têm sua justificativa e momento para não serem respeitadas. Mas como disse Bresson, isso acontece após as primeiras 10.000 fotos que precisamos fazer antes de aprender de verdade. Até a próxima. –



4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo